Destaque Pedrinhas Paulista

Jardim da Infância retoma aulas presenciais a partir desta segunda-feira (02.08)

Com o início do segundo semestre do ano letivo de 2021 chegando, a Folha de Pedrinhas entrevistou a coordenadora pedagógica da instituição de ensino infantil Jardim da Infância de Pedrinhas Paulista, Rosa Aparecida da Costa Gomes, sobre o planejamento da volta às aulas presenciais. Ela conta que, desde o mês de abril, o Jardim está trabalhando com o esquema de “Plantão Escolar”, um sistema que foi implantado de acordo com toda a direção e corpo docente da escola.

“Montamos um sistema de plantão escolar e estávamos atendendo de 3 a 4 alunos, a cada duas horas, em três turnos diários. A princípio, nós começamos a atender somente uma criança por hora. Conforme os casos da Covid-19 foram diminuindo em Pedrinhas, fomos estendendo esse funcionamento. Como o nosso espaço físico é amplo e temos um número de alunos que corresponde ao que é estabelecido pelas normas exigidas neste período de pandemia, conseguimos fracionar os horários e atender toda a clientela”, explica a coordenadora.

A proposta do plantão foi muito bem aceita pelos pais e responsáveis dos alunos, de acordo com Rosa. “Tiveram pais que não pensavam de jeito nenhum em mandar suas crianças para a escola, mas quando viram os cuidados que estávamos tendo, com distanciamento social e toda a higienização da escola, ficaram muito tranquilos. Com esse sistema, conseguimos recuperar cerca de 80% do conteúdo que foi passado durante o período da pandemia”, afirma a coordenadora.

O Jardim está em recesso desde o dia 21 de julho, porém, a partir desta próxima segunda-feira, dia 02 de agosto, a instituição está planejando retomar às aulas de forma totalmente presencial no período da manhã, das 8h às 13h. “Teremos, em média, 8 crianças por sala”, esclarece Rosa. Durante esse mês de agosto, a instituição oferecerá aulas apenas no período matutino, mas a expectativa é de que, de setembro em diante, a população já esteja quase toda vacinada contra a Covid-19 e os casos do vírus diminuam cada vez mais, para que a escola possa retornar as atividades no período vespertino também.

Leia Também