Destaque Região

Bispo diocesano de Assis Dom Simão recebe a visita do Princípe Bertrand

PRINCPE E DOM SIMO 02

O Príncipe Bertrand de Orleans e Bragança esteve nesta segunda feira, 24/08, visitando Dom José Benedito Simão.  Dom Bertrand foi recebido pelo nosso Bispo, onde estiveram conversando sobre diversos assuntos.

Bertrand Maria José Pio Januário Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orléans e Bragança e Wittelsbach, (Mandelieu, 2 de fevereiro de 1941) príncipe de Orléans e Bragança, seria o atual príncipe imperial do Brasil pelo Ramo de Vassouras desde 5 de julho de 1981, quando seu irmão mais velho, D. Luís Gastão, que não tem filhos, assumiu o posto de Chefe da Casa Imperial Brasileira, herdado do pai.

É o terceiro filho varão de D. Pedro Henrique de Orléans e Bragança, então Chefe da Casa Imperial Brasileira, e de D. Maria Isabel da Baviera, nascida princesa do Reino da Baviera.

Nasceu em 1941, em Mandelieu, no sul da França, onde o exílio da família imperial brasileira e a Segunda Guerra Mundial retivera seus pais. Era o terceiro filho do casal, tendo como mais velhos Luís Gastão, o Chefe da Casa Imperial, e Eudes, que renunciou ao trono para executar um casamento morganático.

  1. Bertrand veio para o Brasil logo após o término do conflito. Realizou seus estudos secundários em parte no estado do Paraná, onde seu pai se instalara como fazendeiro, em parte no Colégio Santo Inácio, de padres jesuítas, no Rio de Janeiro. Cursou depois a Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, de São Paulo, formando-se como advogado em 1964.

Desde muito jovem recebeu formação católica, sendo orientado por seu pai para o gosto pelo estudo doutrinário e a análise dos acontecimentos nacionais e internacionais. Participou com entusiasmo, nos bancos acadêmicos, das pugnas ideológicas que marcaram o Brasil na primeira metade dos anos sessenta. Foi sua formação completada com freqüentes viagens à Europa, uma das quais deu-se durante toda a primeira Sessão do Concílio Vaticano II, quando o jovem Príncipe tomou estreito contato com a intelectualidade católica acorrida a Roma para o magno evento. Piloto civil é reservista da Força Aérea Brasileira.

Além do português, sua língua natal, D. Bertrand é fluente no francês e no espanhol.

Leia Também