Destaque Geral

Ex-prefeito Geraldo Giannetta garante que futuro candidato a prefeito de Pedrinhas será do PTB ou PSD

 

Administração que é o orgulho de Geraldo que, após quatro anos de gestão marcada pelo trabalho junto ao povo e de importantes obras, vê sua esposa, Angela Giannetta, como atual prefeita, detendo 79% de aprovação de seu trabalho junto à população, recebendo elogios até de opositores.
Administração que é o orgulho de Geraldo que, após quatro anos de gestão marcada pelo trabalho junto ao povo e de importantes obras, vê sua esposa, Angela Giannetta, como atual prefeita, detendo 79% de aprovação de seu trabalho junto à população, recebendo elogios até de opositores.

 

Por Renato Piovan – Da Redação

Segundo informações extraoficiais, a presidente Dilma Rousseff sancionou a decisão de que as novas filiações partidárias e troca de partidos políticos podem ocorrer até seis meses antes das eleições de 2016. Caso seja confirmado, este ato trará um pouco mais de tranquilidade àqueles que estão envolvidos e mobilizados com vistas ao pleito que elegerá prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em todo o Brasil, cujo prazo inicial para filiações era até o próximo dia 2 de outubro.

No entanto, em Pedrinhas Paulista o grupo que dá sustentação à Administração de Igualdade e Respeito, formado por PTB, PMDB, DEM, PSD, PR, PEM e PSB, já iniciou sua mobilização visando a eleição municipal. De acordo com o ex-prefeito e assessor regional do deputado estadual Campos Machado, Geraldo Giannetta, tudo caminha para que os futuros candidatos a prefeito e vice sejam do PTB e PSD, uma vez que são estes os dois partidos que têm os maiores parceiros da atual administração municipal (Campos Machado e o deputado federal Walter Ihoshi).

Administração que é o orgulho de Geraldo que, após quatro anos de gestão marcada pelo trabalho junto ao povo e de importantes obras, vê sua esposa, Angela Giannetta, como atual prefeita, detendo 79% de aprovação de seu trabalho junto à população, recebendo elogios até de opositores.

Além disso, números de uma pesquisa feita por um renomado instituto apontam que, caso Angela fosse candidata à reeleição, teria uma vitória com cerca de 63% dos votos válidos. A mesma pesquisa aponta ainda um alto nível de transferência de voto da atual prefeita. 50% dos eleitores confirmaram que votariam em um candidato que fosse apoiado por ela e pela atual Administração, denominada “Administração de Igualdade e Respeito”.

“Tudo isso demonstra que não há como o futuro candidato não ser do PTB ou, pelo menos, do PSD. Qual partido teria o prefeito e qual teria o vice, ainda vai ser tratado entre nós, pois todas nossas decisões são tomadas em grupo. Temos um grande trabalho realizado nestes últimos sete anos e nossa intenção é de que ele continue, uma vez que tem a aprovação da população”, encerra o ex-prefeito Geraldo Giannetta.

Leia Também